PT   EN

lnec


universidade ciências de lisboa


isel

Consultor Prof Vander Meer




Apoios

 


ENQUADRAMENTO

O projeto BSafe4Sea visa o desenvolvimento, aplicação e teste de metodologias de previsão do comportamento estrutural de quebra-mares de talude que serão a base de um sistema inovador de apoio à decisão para o planeamento e priorização de trabalhos de manutenção/reparação, aumentando, assim, a segurança, funcionalidade e resiliência dos quebra-mares.
O investimento em infraestruturas portuárias é prioritário nos planos estratégicos nacionais, visando essencialmente intervenções de requalificação. O desenvolvimento de um sistema deste tipo é, assim, atual e premente, dadas as condições ambientais extremas a que os quebra-mares de talude estão sujeitos, incluindo as alterações climáticas. Estas obras são cruciais para as modernas redes de transporte de mercadorias e passageiros, tendo grande relevância socioeconómica. A sua conservação em bom estado, através da adoção de medidas mitigadoras atempadas em resultado de alertas precoces, reduzirá custos de manutenção e perdas económicas por interrupções portuárias.
O novo sistema baseia-se na utilização de fotografias aéreas obtidas com veículos aéreos não tripulados (VANT), de vídeo e de posicionamento via satélite (GNSS), para identificar alterações no manto e superestrutura dos quebra-mares de talude. Analisa-se a aplicabilidade, tanto no protótipo, como em modelo físico, de diferentes técnicas recentemente desenvolvidas para determinar a combinação mais eficaz e económica para analisar o estado destas obras.
O projeto contribui ainda para o conhecimento do comportamento hidráulico-estrutural de quebra-mares de talude, incluindo em cenários de alterações climáticas, tendo por base a comparação entre medições em protótipo e resultados de modelos físicos (2D/3D) e numéricos (RANS). Tal permite o desenvolvimento e teste de novos modelos empíricos (e a comparação com existentes) de previsão: da erosão em mantos com blocos artificiais de betão (os atualmente mais utilizados em Portugal); e das forças induzidas pelas ondas na superestrutura. Estes modelos serão implementados no novo sistema de previsão do comportamento destas obras e de apoio à decisão. Os casos de teste do sistema serão o quebra-mar Este do Porto de Sines e o quebra-mar Oeste do Porto de Peniche, que possuem diferentes tipos de blocos do manto e superestruturas.
Foi reunida uma equipa multidisciplinar e internacional, com competências em cinco áreas:

A estreita colaboração com as administrações dos portos de Sines e Peniche é também essencial para garantir o sucesso dos resultados do projeto junto de end-users, bem como o apoio técnico-científico do Consultor Dr. Jentsje Van der Meer, cuja experiência e know-how são internacionalmente reconhecidos.